17/1/2014 às 13h27 - Atualizado em 17/1/2014 às 18h49

Agente penitenciário reage a assalto e menores são apreendidos em Cariacica

TV Vitória
Redação Folha Vitória

Reprodução TV VitóriaUm agente penitenciário, de 39 anos, ficou ferido após reagir a um assalto, na divisa entre os bairros Rosa da Penha e São Geraldo 2, em Cariacica, na manhã desta sexta-feira (17).

O agente penitenciário, que não quis se identificar, disse que a ação dos bandidos foi muito rápida.  “Foi muito de repente, um deles sacou a arma de dentro da mochila, e apontou na minha direção dizendo perdeu, perdeu, passa a moto. Eu não tive outra reação, passei a moto. Só que quando ele colocou a arma dentro da mochila, o outro não estava aparentemente armado, e foi quando eu peguei a mochila dele, e entramos em luta corporal. A arma caiu no chão, e foi quando o outro elemento pegou a arma e efetuou o disparo para cima de nós.”

De acordo com a polícia, os menores de 14 e 17 anos estavam com uma arma de fabricação caseira, e munição calibre ponto 36.

O adolescente que efetuou o disparo alega que atirou para o alto e não na direção da vítima “Eu atirei mesmo por que ele reagiu e foi pro alto. Foi só pra assustar mesmo. Ele veio me enforcando, e eu estava de mochila. Daí ele me jogou no chão, e foi nesse momento que ele ficou com a mochila, e a arma caiu. Eu peguei, e dei o tiro pro alto pra ele se afastar. A arma eu comprei em Aribiri por R$ 1 mil, e foi para eu me proteger de qualquer coisa, por que nunca se sabe o que se passa na mente das pessoas", disse.

Os suspeitos fugiram com a moto do agente, foram perseguidos pela polícia, e apreendidos na BR-262, na altura do bairro Guaritas, em Viana.

O soldado Belshoff contou como foi a perseguição, e explicou que o adolescente de 14 anos correu com a arma na mão. “Na hora da abordagem o piloto da moto se entregou imediatamente, mas o carona saiu correndo com a arma na mão, e iniciamos uma perseguição a ele. Ele entrou em uma casa que está em construção, sendo dada voz de prisão e ele se entregou.”

Apesar do susto e de alguns ferimentos, o agente aconselha que ninguém faça o mesmo “Eu peço para as pessoas não reagirem, e não fazer o que eu fiz. Eu só fiz pelo fato dele ser uma pessoa, aparentemente inexperiente. Após ter assaltado, ter colocado a arma na mochila, fechado a mochila e colocado nas costas e por isso eu reagi. 

    

A Rede Vitória faz parte do
4Ps Todos os direitos reservados © 2007-2014